As melhores dicas para organizar o closet

10 de outubro de 2017

Se tem uma coisa que não dá para escapar é fazer a arrumação do closet ou guarda-roupa. Chega uma hora em que temos que dar aquela paradinha para organizá-los, não é mesmo? Conversei com a consultora de Imagem e Estilo Adriane Marques (www.adrianemarques.com.br) que sugeriu dicas ótimas para facilitar a hora de organizar esses espaços. Adriane ressalta que o closet precisa ser funcional e que deve ser um aliado na hora da gente se vestir. Olha só que estimulante essa frase da consultora: “É dele [seu closet ou guarda-roupa] que sairá inspiração para compor seus looks e para ficar segura de si”.

Adriane também alerta para a importância de manter os espaços arrumados: “Um ambiente organizado significa uma mente organizada e certamente você se tornará uma pessoa mais criativa, bem-humorada, menos estressada e mais decidida na hora de sair de casa”. Concordo com ela! Por isso, reserve já um espaço em sua agenda para essa tarefa. E lembre-se que arrumar é divertido – desde que você se prepare para isso e entenda que terá benefícios ao viver em um ambiente organizado – completa a consultora.

Dicas e mais dicas

Agora veja essa dica de ouro da Adriane! “Acredite, você não precisa arrumar sempre! Basta uma vez só e vou te contar como: dê endereço para cada coisa e respeite esse endereço. O que faz seu closet ser desorganizado é o hábito de deixar as coisas em qualquer lugar”. Amei essa dica!!

Outras recomendações:

– Ao iniciar a arrumação do closet, avalie o espaço disponível e a quantidade de roupas e acessórios que possui;

– Depois disso, estenda um lençol no chão e espalhe todas as suas peças por categorias;

– Conte se terá cabides suficientes para as peças que serão penduradas e verifique se as gavetas têm organizadores para maquiagem, joias, bijuterias, etc.

– Faça uma lista do que precisa comprar para a organização e compre antes do dia da arrumação.

Adriane frisa que não há necessidade de deixar o espaço igual ao closet de uma revista ou de uma amiga. “A arrumação do seu closet precisa ser ideal para você, ou seja, precisa funcionar na sua realidade e no contexto da sua vida”. Por isso, não se preocupe com o método, mas, sim, em deixar as roupas e acessórios visíveis e com fácil acesso. “Uma dica que dou é não empilhar, pois dificilmente chegará ao final da pilha nesta estação”.

Como organizar

Na hora de organizar o closet,  eu gosto de separar minhas roupas por cores( em uma escala de cores quentes e frias). Adriane também sugere a separação por categoria: blusa com blusa, calça com calça, sapato com sapato. “Desta forma, você terá mais clareza do que tem, além de as peças ficarem mais visíveis para montar seus looks no dia a dia”. O ideal é deixar as roupas da estação vigente mais à frente, pois certamente elas serão mais usadas. Durante a organização, você pode retirar, higienizar e guardar as roupas da estação anterior abrindo espaço para a atual.

Caso não tenha espaço para guardar essas roupas, a consultora recomenda pendurar em cabides, começando da esquerda para a direita. Ordene dos mais pesados para os mais leves e deixe na sua direita os que serão mais usados.

Não pendure as bolsas, pois elas podem fazer quebras no couro, deixando um aspecto de desleixo. Deixe-as em pé, de preferência com volume de papel dentro para manter a estrutura e evitar a quebra.

Os sapatos e sandálias não devem ficar fechados em caixas ou sacos (a não ser aqueles próprios que permitem que eles respirem). O ideal após uso é fazer a higiene e deixá-los em pé em um ambiente com circulação do ar.

 

Desapego

O exercício de espalhar as roupas e acessórios possibilita conhecer as suas roupas e ter a noção real do espaço que irá precisar. Também é um excelente momento para praticar o descarte daquilo que não representa mais você. “As suas roupas contam a sua história e por isso é importante que você vire a página quando necessário. Analise se essas roupas ainda se encaixam na sua realidade atual”, diz Adriane. Não guarde por muito tempo roupas sem uso: faça uma doação, uma troca, um bazar entre amigas etc. A roupa guarda energia e renovar essa energia é refrescante para o ambiente e em especial para você – isso é a mais pura verdade, vocês não acham? Eu por exemplo sempre pratico o desapego, faço uma analise a cada mudança de estação justamente para separar peças para doação. Pois gosto muito de ajudar o próximo, e sei que essas peças podem fazer a diferença na vida de outra pessoa.

Espero que vocês gostem e aproveitem essas dicas incríveis!

 

 

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.