Para todo o sempre Belinha

18 de dezembro de 2017

Na madrugada do dia 11 de dezembro, minha pequena se foi…

Tenho passado os últimos dias tão deprimida  que escrever me aliviaria um pouco da dor que sinto dentro do meu peito.

Há 14 anos tive a sorte de ganhar uma cachorrinha. Ainda me lembro do dia que a vi pelo vidro de uma loja na rua…,meus olhos brilhavam, nunca havia visto um animalzinho tão pequenino e adorável na minha frente assim como a Belinha.

Passamos por tantas aventuras juntas… tantas vezes que estive triste e ao pegá-la em meus braços a minha alma logo se alegrou!!!

Você Belinha foi minha grande amiga!!  Tive muitos tipos de amizade na vida, amigas que só me procuravam para os momentos de festas, as que falavam pelas costas, as que nunca pude contar quando realmente precisei,  amigas de colégio, mas amiga mesmo de verdade, pra tudo foi você!!

Gosto muito de uma frase de Sigmund Freud que diz: “Cães amam seus amigos e mordem seus inimigos, bem diferente das pessoas, que são incapazes de sentir amor puro e têm sempre que misturar amor e ódio em suas relações.”

 

O animal tem um tipo de amor inigualável.

Quantas pessoas já conseguiram te fazer se sentir único??

Especial?

Extraordinário?

É um amor puro que chega com uma lambida, e de repente lá está ela mexendo o rabinho, latindo e pulando como se eu fosse uma artista de tv ao chegar em casa…de manhã indo cheirar minha porta e arranhando para abrir, como era bom quando você fazia isso, minha mãe abria a porta do quarto e você entrava e não sossegava até receber um agrado meu.

 

Muitas das vezes que me senti frustrada,  a peguei em meus braços e me senti preenchida de amor!!!

Não importa que sejam poucas as suas posses e o seu dinheiro. Ter um cão torna-o rico.” (Louis Sabin)

Obrigada Belinha por todos os momentos incríveis que passamos juntas…

Você me acompanhou desde que eu era uma criança, na época do colégio, ensino médio e faculdade. Você foi realmente incrível !!

Pensar em sua partida é doloroso,  pois é como se uma parte minha tivesse morrido também…

Escrevo esse texto sentada na sacada do meu apartamento, vendo o mar e me lembrando do quanto você gostava de deitar aqui e apanhar sol…o quanto você amava, quando picávamos banana em rodelas pra você comer e como o cheiro da comida conseguia te despertar de qualquer coisa…era a querida Bely bem doidinha, querendo atenção!!!

Belinha amava o vento que levava seu pêlo todo pra trás,  seja no carro ou na sacada!

Agora nesse momento está ventando também e eu sinto que uma parte sua pertence ao vento que desta vez movimenta os meus cabelos…

Eu sabia que você já estava com certa idade…eu não  sentia o tempo passar tão rápido,  mas você ficou doente de repente, minha querida e tínhamos tanta fé de que iria sobreviver pois houve situações  que superou… tantas outras coisas …

Você iria conseguir… Eu tinha certeza!!!

 

Mas você se foi… em meus braços…  E dói lembrar.

Obrigada minha amiguinha, meu amor, minha Belinha pelos preciosos momentos felizes…

Por ter nos  ensinado  a amar, em um mundo materialista e superficial, onde cada vez mais vejo as pessoas com princípios tão sem sentido focadas no status, dinheiro, fama. Não se encontram amigos verdadeiros tão fácil assim. Espero que mais animais como você toque o coração das pessoas que não sabem o que é amar de verdade…que talvez nunca sentiram isso.

Ver o por do sol  como tantas vezes fizemos juntas e este momento tão único… aproveite com seu animal, com sua família, com pessoas que ama. Pois esse momento jamais voltará.

Você minha Belinha, deveria ser eterna para poder tocar cada alma fria no mundo, cada coração gelado que deveria se aquecer. Gostaria que cada uma delas pudessem receber a benção que eu pude em tê-la como minha eterna amiga.

A oportunidade de admirar as coisas simples da vida, de respirar e sentir dentro do coração o como é bom amar e ser amado. Do quão magico é poder viver o momento presente, o agora, como vive um cachorro.

Desejo de coração que as pessoas sejam melhores consigo e com os outros.

Que o orgulho desapareça e o amor seja o caminho.

Que julguem menos e apreciem mais.

Quantas coisas deixamos de apreciar pois estamos julgando e falando demais?

Quantas vistas de por do sol perdemos olhando o celular.

Que o interno seja mais importante do que o externo.

E se você tiver a oportunidade de um dia adotar um animalzinho, ame-o!!!

O animal tem essa habilidade de preencher aquele espaço vazio que nem você mesmo sabia que tinha.  Ame todos que estão a sua volta como se não houvesse o amanhã, porque na verdade não há…

Seja você !!!

Procure pessoas que te façam melhor e não quem só vê defeito em você e te deixa para baixo. Viva uma vida da qual você se orgulhe, toque  o coração de cada alminha que surja em seu caminho.

Sinto muito a sua falta Belinha. Mas sei que está em um lugar melhor. Olho para nossa foto e sorrio agradecendo cada instante da sua nobre existência que trouxe tanta vida e cor para a minha…

Você é insubstituível e inesquecível Belinha.

Que onde você esteja sinta-se tocada pela minha gratidão de alma e amor pelo teu ser que trouxe tanta alegria na minha vida e da minha família.

Obrigada Deus por tudo!! Sua Luz me fortalece todos os segundos de minha vida.

 

         Te amarei para todo o sempre…

 

 

Texto por Anna Waff respeite os direitos autorais.

 

Um comentário em “Para todo o sempre Belinha”

  1. Minha amiga os animais vem para nos ensinar a amar de uma forma que ninguém mais conseguiria ensinar,o amor mais puro,verdadeiro e sincero,que Deus saiba te dar forças para superar essa perda…amo você minha irmã ❤️

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.