As incríveis obras de arte do metrô de Moscou

17 de julho de 2018

Oi, gente! Hoje vou falar de algo fantástico que conheci durante minha viagem à Rússia: as estações de metrô de Moscou. Verdadeiras obras de arte, esses espaços contam com pinturas, esculturas, tetos e pisos decorados e lustres de cristal impressionantes. Enfim, andar de metrô por lá significa fazer um passeio pela cultura russa.

 

Inaugurado em 1935, o sistema de metrô de Moscoufoi construído por milhares de trabalhadores e de voluntários. Paredes de mármore, candelabros, mosaicos e obras decorativas em alto-relevo completam o cenário que lembra as moradas dos czares. Por tudo isso, o espaço é chamado de “palácio subterrâneo” e é um dos principais pontos turísticos da cidade, sendo que parte das estações é reconhecida como Patrimônio Cultural. A construção suntuosa foi encomendada por Josef Stalin, líder soviético da época, e a simbologia comunista é bem presente.

Atualmente, são mais de 200 estações que já somam 365 quilômetros de extensão. São transportadas no metrô moscovita em torno de 9 milhões de pessoas por dia. As estações ficam bem abaixo da terra, por isso possuem grandes escadas rolantes.

Diferente do sistema de metrô das principais cidades do mundo, não há orientações em inglês – ou seja, está tudo em russo! Por isso, é bom se familiarizar com o idioma ou utilizar um aplicativo para obter informações. Outro dado interessante é que os trens são conectados com wi-fi gratuito para todos os usuários.

As mais belas estações

Entre as estações consideradas imperdíveis de se conhecer no metrô de Moscou estão Mayakovskaya, Komsomolskaya, Ploshchad e Kiyevskaya. Elas são verdadeiras galerias de arte!

Mayakovskaya

Essa estação foi inaugurada em 1938 e chegou a ser usada como abrigo durante a Segunda Guerra Mundial. Com uma linha arquitetônica futurista para a época, no estilo art déco, tem arcos e paredes decoradas.

Ploshchad

Também inaugurada em 1938, se destaca por seus arcos de mármore e suas esculturas em bronze que representam cidadãos soviéticos. Entre as imagens estão soldados, atletas, escritores e fazendeiros.

Komsomolskaya

Inaugurada em 1952, essa estação foi projetada pelo arquiteto Alexey Shchusev. Tem um belíssimo teto inspirado na arte barroca e é decorada com painéis. É bastante movimentada, pois faz a ligação com as estações de trem da cidade.

 

Kiyevskaya

Aberta em 1953, essa estação foi construída com mármore dos Montes Urais. Ela homenageia a Ucrânia – a cultura do país está presente nas representações dos afrescos, mosaicos e obras de arte.

Entre os melhores do mundo

Além do valor artístico e arquitetônico, o metrô de Moscou está entre os melhores do mundo. Para se ter uma ideia, o tempo médio de espera fica entre 90 a 60 segundos.

Inicialmente construído para uso da classe trabalhadora, tornou-se o meio de transporte preferido na cidade que registra engarrafamentos constantes. Por isso, quando for até lá, vale a pena se aventurar (bem) abaixo da superfície – são mais de 60 metros de profundidade! – e conhecer esses incríveis espaços que mais parecem museus subterrâneos.

Gostaram deste post? Vocês já estiveram em Moscou? Têm mais alguma dica desse destino? Deixem seus comentários.

 

Beijos,

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários em “As incríveis obras de arte do metrô de Moscou”

    1. Oi Paola! Que legal que você gostou! É tão incrível quando conhecemos um lugar que nunca fomos antes! Desejo que você viaje muito pelo mundo! E depois vem me contar, ta bom?! beijos!!! 🙂 <3

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.