Como ser elegante sem gastar muito

17 de dezembro de 2018

Oi, meninas! Como disse Audrey Hepburn, “elegância é a única beleza que não desparece”. A diva de Hollywood considerada um ícone de estilo estava certa! A elegância é algo que levamos por toda a vida e que faz uma diferença e tanto no nosso jeito de ser. Vou, então, compartilhar neste post dicas para ser elegante sem gastar muito!

 

Para mim, a elegância deve estar presente no estilo e nas atitudes. Por isso, não depende da situação financeira da pessoa, mas de seus princípios e valores. Acredito que de nada adianta estar bem vestida e, por dentro, ser uma pessoa sem respeito ao próximo ou a si mesmo.

A elegância está diretamente ligada às boas maneiras e à educação. Hábitos como desejar bom dia, pedir desculpas, ouvir os outros são importantes diferenciais das pessoas elegantes. Gloria Kalil, especialista em moda, deixa claro em seu livro Chic(érrimo) – Moda e etiqueta em novo regime, que a etiqueta é um exercício de civilidade e respeito ao outro.

Ter uma boa postura é outro aspecto fundamental, não só para manter a elegância, mas para a saúde e a sua energia perante a vida. Já reparou que as referências em elegância têm sempre uma postura ereta?

Sorriso no rosto também ajuda na elegância. Semblante fechado ou emburrado destrói qualquer superprodução. Enquanto que um sorriso sincero e natural pode transformar a visão que as pessoas têm de você.

Já deu para perceber que, antes da aparência, é o nosso jeito de ser que define a elegância, certo? Mas, e quanto ao nosso visual, será que dá para ser elegante sem gastar muito? Vejam aqui minhas dicas!

 

Elegante na medida certa

Uma maneira fundamental de ser elegante é respeitar o seu estilo próprio. Regras de etiqueta e elegância existem, mas ninguém deve se sentir obrigado a segui-las. O importante é sentir-se bem consigo mesmo.

Veja a seguir algumas dicas para ser elegante – e que definitivamente não vão mexer no seu bolso!

– Invista em peças de roupa com bom caimento

Na hora de comprar seus looks, lembre-se de escolher aqueles que caem bem em você. Usar roupas no tamanho certo é uma ótima dica para esse tópico. Ficou grande ou ficou apertado, não leve! O bom caimento depende disso e também da qualidade da peça, do tecido e do modelo.

 

– Descubra a sua paleta de cores

Especialistas em consultoria de estilo e imagem garantem que respeitar o tom da sua pele, a cor dos seus olhos e do seu cabelo para definir uma paleta de cores que combine melhor com você é essencial. Respeitando essas características, você pode descobrir se a paleta de cores indicada é de tons quentes ou frios, por exemplo. A ideia não é limitar ou impedir que você use todas as cores, mas indicar aquelas que mais combinam com o seu visual e valorizar a sua aparência.

 

– Evite excessos

Seja na make ou no look, evitar os excessos é garantia de elegância. Também não significa que você deve dar adeus ao batom vermelho, por exemplo. Mas, sim, que é importante pensar no equilíbrio do visual. Optou por batom vermelho? Pegue mais leve na maquiagem dos olhos. Escolheu um brincão para compor o visual? Deixe de lado colares e pulseiras extravagantes. A dica aqui é apenas equilibrar as escolhas. Com certeza, fará uma grande diferença.

 

– Aposte em peças clássicas

O pretinho básico, a camisa branca, o colar de pérolas, o trench coat. Esses são alguns itens considerados clássicos da moda. Investir nesse tipo de peça também é garantia de elegância. Vale mais optar por itens assim do que por aqueles que chegam como a tendência do momento, mas que, na próxima temporada já não serão mais usados. Além de elegantes, as peças clássicas têm mais durabilidade no guarda-roupa fashion.

 

– Tecidos lisos, estampas discretas e poucos detalhes

Quanto mais extravagante a peça, mais difícil de combinar, certo? E mais difícil de ficar elegante com ela. Dar preferência a tecidos lisos ou com estampas mais discretas é uma maneira inteligente de manter peças elegantes no closet. Roupas com muitos detalhes – zíper, tachas, brilhos, bordados – podem comprometer o visual. Por isso, atenção a esses detalhes. Mas, se você gosta, sem problemas. Lembre-se que o equilíbrio vale aqui também. Contraponha mesclando com peças neutras.

 

– Elegante sem furar o orçamento

Há muitas maneiras de manter um guarda-roupa elegante sem gastar muito. Garimpar peças boas e bonitas em lojas populares e brechós é uma das opções. Buscar roupas no armário da mãe, da tia ou até da avó – peças vintage podem ser um achado quando se trata de moda! – também é uma boa maneira de renovar o visual. Reorganizar o seu próprio closet é outra forma. Muitas vezes, reencontramos peças que nem lembrávamos que estavam ali. Se for um clássico, melhor ainda!

 

E então, meninas? Gostaram das dicas para ficar elegante sem gastar muito? E vocês, o que costumam fazer para se sentir bem com o próprio visual? Deixem seus comentários.

beijos,

 

 

 

 

 

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.